' tickercontent[1]='18:06 - Polícia dos EUA prende ‘Coringa’ que ameaçava atacar seu local de trabalho' tickercontent[2]='15:16 - Em bilhete, suspeito de matar mulher diz que traição motivaria ‘tragédia’' tickercontent[3]='16:53 - CJ Tronic em Breve com Filial em Timon' tickercontent[4]='09:42 - HOJE: estréia da quinta de dentro' tickercontent[5]='08:45 - Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões'
Plantão Hoje:
    Cabeça Dinossauro

Professora que virou atriz pornô é presa após fazer denúncia falsa

tiffany-shepherd
A norte-americana Tiffany Shepherd, de 32 anos, que virou atriz pornô depois que foi demitida de uma escola na Flórida (EUA) após posar em fotos provocantes, se envolveu em nova polêmica. Ela foi presa na semana passada acusada de fazer uma denúncia falsa.

A prisão aconteceu na última quarta-feira referente a um incidente registrado em novembro do ano passado, quando Tiffany ligou para a polícia para relatar que uma mulher que a estava perseguindo se aproximou dela, violando uma ordem judicial.

De acordo com a emissora de TV “WTSP”, Tiffany deixou a cadeia após pagar uma fiança de US$ 1,5 mil. A ex-professora de Biologia disse que não está mais trabalhando como atriz pornô. No total, ela teria participado de sete ou oito filmes de conteúdo adulto.

Tiffany tinha sido demitida de uma escola na cidade de Port St. Lucie, na Flórida, em abril de 2008. Na ocasião, o colégio resolveu despedi-la porque considerou inadequado o fato dela ter posado de biquíni em um barco de pesca.

Na época, ela contou que decidiu virar atriz pornô porque não tinha conseguido um novo emprego em sua área, apesar de ter enviado cerca de 2,5 mil currículos. Na indústria pornográfica, Tiffany Shepherd usava o nome de Leah Lust.

Sobre o autor

Rodrigo Antunes escreveu 1997 notícias.

Acadêmico de Comunicação Social na Universidade Federal do Piauí. Já passou por outros estágios em grandes portais de Teresina. Desenvolve projetos culturais relacionados a música atuando como vocalista e compositor. Interesses: jornalismo, cinema,música, direito, atividades culturais, fotografia, videos, tecnologia, design.

Comente

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)