' tickercontent[1]='18:06 - Polícia dos EUA prende ‘Coringa’ que ameaçava atacar seu local de trabalho' tickercontent[2]='15:16 - Em bilhete, suspeito de matar mulher diz que traição motivaria ‘tragédia’' tickercontent[3]='16:53 - CJ Tronic em Breve com Filial em Timon' tickercontent[4]='09:42 - HOJE: estréia da quinta de dentro' tickercontent[5]='08:45 - Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões'
Plantão Hoje:

Notícias Relacionadas à ‘Socorrão’

Governo do Estado Proíbe Jackson Lago de Visitar Prédio Público

O ex-governador Jackson Lago (PDT) foi proibido pelo governo do Estado de visitar as instalações do hospital de Presidente Dutra, durante a visita que fará neste sábado (22) ao município. O diretor do hospital foi quem comunicou a proibição.

Depois de várias tentativas frustradas junto a Secretaria de Saúde no sentido de conseguir autorização para permitir a entrada do pedetista no hospital. Não adiantou, Jackson terá que se contentar em passar pela cidade sem ver de perto sua principal obra na região. Ele passará apenas pela porta da obra que ele próprio construiu.

( na foto acima o então secretário de saúde Edmundo Moreira (de gravata) visita juntamente com outros técnicos, a obra do Socorrão de Presidente Dutra. Obs: Naquele tempo ele ainda podia entrar lá.)

Construído durante o governo Jackson Lago, o hospital regional de Presidente Dutra foi entregue com 5.317 metros quadrados de área construída, 100 leitos de enfermaria e 12 UTI’s, e foi feito com recursos do próprio Estado.

Depois de ter ocupado o Palácio dos Leões, Roseana Sarney deixou o ‘Socorrão’ de Presidente Dutra abandonado. De lá pra cá, o hospital funciona de forma precária, sem médicos e enfermeiros suficientes, falta de medicamentos, estrutura física sem manutenção além de leitos e salas em estado deploráveis.

Comentário Deste Blog

A Música de Zé Geraldo

Lembram o trecho daquela música “Cidadão”, do cantor Zé Geraldo:

“Tá vendo aquele edifíco moço,
Ajudei a levantar…

…E pra aumentar o meu tédio
Eu nem posso olhar pro prédio
Que eu ajudei a fazer.”

Pois é, se o rapaz da música, que só ajudou fazer o prédio, ficou triste por que não pôde entrar, imagine o Jackson Lago que idealizou, executou, contratou, pagou e inaugurou ???


Imperatriz: Homem mata vizinho por causa de vala

facada1Um homem identificado apenas como Constantino, morador do Parque Airton Sena, localizado na cidade de Imperatriz (á 624 km de São Luís), morreu com três facadas, no último domingo,15, desferidas por um homem identificado como João.

O crime bárbaro aconteceu quando, depois de uma forte chuva, o senhor Constantino decidiu fazer uma vala para que a água da chuva escorresse direto para a galeria de esgoto. O autor do crime, João, sentindo – se prejudicado com a situação, pois, segundo relato contado pelo investigador da Policia Civil, José Roberto Ferreira Melo, a água que escorria para o esgoto estava alagando toda a residência do agressor, que ficou indignado.

De acordo com o investigador, eles começaram uma discussão sobre o problema. O agressor, então, entrou na casa e voltou com uma faca. Enquanto a vítima continuava o que estava fazendo ele desferiu três facadas na região do abdômen de Constantino, levando-o a morte no local.

No momento da briga um homem identificado como Raimundo, que testemunhou toda a confusão, se meteu para tentar separar os dois, mas acabou levando também uma facada no abdômen. Raimundo foi socorrido e levado para o hospital Socorrão 1, onde foi operado e passa bem.

A população indignada com a situação começou procurar pelo agressor – que já tinha fugido do local do crime – e o encontrou, quando este tentava fugir da cidade, e começaram a fazer justiça com as próprias mãos. Um grupo de mais ou menos 30 pessoas o encurralou e começou agredi-lo com pontapés, pauladas e facadas deixando-o todo “arrebentado”.

A polícia chegou ao local e evitou que a população enfurecida linchasse o agressor. Ele foi levado ao hospital desmaiado com marcas por todo o corpo.


Anulado contrato para prestação de serviços de saúde em Imperatriz

A pedido do Ministério Público Federal em Imperatriz e do Ministério Público Estadual do Maranhão (MP/MA), a Justiça Federal anulou o contrato firmado entre a prefeitura do município e a empresa privada Associação

Beneficente de Assistência Social e Hospitalar (Pró-Saúde) para a prestação de serviços de saúde na hospital municipal da cidade.

Além de ser proibida a contratação de particulares para prestação de serviço público, o processo ocorreu sem licitação. A empresa e o município foram condenados a pagar R$ 2 mil, cada, à União. Além disso, o município está proibido de celebrar contratos com particulares para gerenciar estabelecimentos públicos.

A ação civil pública contra o município e a empresa foi ajuizada em 2005, pelo MPF e o MP/MA, após a analise de cópia do procedimento administrativo da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) no qual o então secretário, Antônio Dantas Silva, pedia ao município que promovesse a contratação direta da Pró-Saúde, empresa especializada em gestão e administração de serviços de saúde, para o gerenciamento do Hospital Municipal de Imperatriz (Socorrão).

Para o juiz Lucas Rosendo Máximo de Araújo, autor da sentença, “o traspasse do comando do Hospital Municipal de Imperatriz a uma entidade privada subverte toda a lógica do SUS, segundo o qual quem deve exercer papel proeminente na gestão e execução dos serviços de saúde é o Estado e não a iniciativa privada”, afirmou.

Fonte: Procuradoria da República do Maranhão


PMs são denunciados ao Ministério Público por espancamento

homem-espancado-imperatrizNa presença de uma representante do Ministério Público Estadual (MPE), a promotora de Justiça Raquel Chaves Duarte Sales, Edilson Alves da Silva denunciou que o seu irmão, Antonio Joaquim Alves da Silva, foi brutalmente espancado por três policiais militares, sendo dois homens e uma mulher.

O fato aconteceu no início da tarde da última quinta-feira (27), em uma estrada vicinal que liga a zona rural ao município de Ribamar Fiquene, distante 60 quilômetros de Imperatriz.

De acordo com a denúncia, os policiais, cujos nomes não foram informados, renderam Antonio Joaquim Alves da Silva, o retiraram da cabine do caminhão com qual ia buscar um carregamento de melancia, o algemaram e passaram a espancá-lo com chutes e pontapés.

Em função das agressões, Antonio Joaquim sofreu hemorragia interna e lesões no fígado, rins e baço. Ele teve de ser submetido a uma cirurgia e se encontra internado no Hospital Municipal de Imperatriz. Por pouco ele não perdeu o baço.

Ontem, conforme informações de Edilson Alves da Silva, o estado de saúde de Antonio Joaquim era estável.
Além da denúncia feita ao Ministério Público, Edilson Alves da Silva registrou ocorrência no Plantão Central da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz, onde será aberto inquérito para apurar o caso.

O Tenente Coronel Aldimar Zanoni já tomou conhecimento do caso e disse que uma sindicância será aberta e, caso seja comprovada a denúncia, os responsáveis serão responsabilizados.

Injustificável

Na última quinta-feira (27), uma carga de mercadorias que havia sido assaltada na BR-226 foi encontrada nas proximidades do local onde os policiais abordaram Antonio Joaquim. Os policiais estavam retornando do local onde a carga foi encontrada e avistaram o caminhão em que se encontravam Antonio Joaquim e o motorista, cujo nome não foi informado, que também foi algemado, mas não chegou a ser espancado.

Os policiais pensaram que o caminhão estava indo buscar a carga roubada e que os dois homens faziam parte do bando ou que eram receptadores. Mesmo com Antonio Joaquim dizendo que tinha ido buscar uma carga de melancia em uma roça próxima, os policiais não acreditaram.

As agressões só cessaram depois que o secretário de Agricultura do município de Ribamar Fiquene, que tinha vendido a carga de melancia para o comerciante imperatrizense conhecido por Paulista, chegou ao local já preocupado porque o caminhão estava demorando e havia passado do horário marcado.

O secretário confirmou que o caminhão estava indo buscar as melancias e que Antonio Joaquim, é funcionário do comerciante de frutas Paulista, que trabalha no Setor Mercadinho.

Mediante a confirmação, os policiais retiraram as algemas de Antonio Joaquim e o motorista e depois foram embora.

Mesmo tendo sido brutalmente espancado, Antonio Joaquim ainda foi para a roça e, quando estava carregando o caminhão com as melancias, sentiu-se mal e desmaiou. O secretário o colocou em sua caminhonete e o trouxe diretamente para o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), o Socorrão, onde foi internado e submetido a uma cirurgia.

Fonte: O Progresso Online


Castelo inaugura enfermaria para pacientes crônicos na Santa Casa de Misericórdia

santa-casa

Pacientes de doenças crônicas, que procuravam os hospitais Socorrão I e II, agora já podem ser atendidos em uma enfermaria específica com 65 leitos, inaugurada pelo prefeito de São Luís, João Castelo, na tarde desta segunda-feira, 24, em um dos pavilhões da Santa Casa de Misericórdia. A cerimônia contou com a presença de autoridades da área da saúde pública e de dirigentes e servidores tanto da Santa Casa.

João Castelo explicou que, graças a um convênio celebrado com o Governo do Estado, a Santa Casa pôde ser equipada para assegurar um atendimento mais ágil, eficiente e adequado aos pacientes de doenças crônicas na capital. “O mais importante de tudo, nesta parceria, é que estamos colocando, acima de qualquer coisa, o interesse do povo e da nossa comunidade. É isto que importa”, declarou o prefeito.

A Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará o quantitativo necessário para autorização de internação hospitalar e possibilitará, ainda, a internação dos pacientes dos Socorrões. De acordo com o secretário da pasta, Gutemberg Araújo, a meta principal do convênio é desafogar os hospitais de emergência.

Segundo Abdon Murad, o provedor em exercício da Santa Casa de Misericórdia, a partir de agora, os casos de atendimentos feitos com diabéticos e hipertensos serão todos transferidos para o setor especial da Santa Casa.


Enfermaria para pacientes crônicos será inaugurada na Santa Casa

joao_castelo1Para dar mais agilidade ao atendimento de doenças crônicas na capital, a Prefeitura de São Luís inaugura na tarde hoje, às 15h30, uma enfermaria para pacientes crônicos na Santa Casa de Misericórdia. Serão disponibilizados 65 leitos. O convênio firmado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus) visa diminuir a demanda nos hospitais de urgência e emergência, Socorrões I e II.

A Semus disponibilizará o quantitativo necessário para autorização de internação hospitalar e possibilitará ainda a internação dos pacientes dos Socorrões. “A nossa meta principal é desafogar os Socorrões. Com essa iniciativa, teremos mais espaço para atender melhor os casos de urgência. A enfermaria já está totalmente equipada para dar suporte às principais necessidades dos pacientes. Uma equipe multidisciplinar – composta por médicos, enfermeiros, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e técnicos da área da saúde – estará à disposição para o atendimento”, garantiu o secretario municipal de Saúde, Gutemberg Araújo.

Os leitos disponíveis serão direcionados para os pacientes crônicos, identificados no Socorrão I e II. Os casos de atendimentos feitos com diabéticos e hipertensos serão todos transferidos para o setor especial da Santa Casa de Misericórdia.

Com informações da SECOM/Prefeitura


Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço é de responsabilidade civil e penal exclusiva do blogueiro ou de quem utilizou sua senha pessoal para postar as informações. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial da empresa.